108SP GRUPO ESCOTEIRO JABUTI | Escoteiros do Brasil | São Paulo

GRUPO ESCOTEIRO JABUTI | Escoteiros do Brasil | São Paulo

1. A Fundação

Jabuti_Historia_01

A História do Grupo Escoteiro Jabuti

Tudo começou em 12 de Outubro de 1988, quando o Santoro, preocupado com o crescente número de crianças do G. E. Paineiras, sugeriu que fosse aberto um novo grupo. Os Chefes presentes – Nilza, Elio, Fugimoto e o Chefe Chê -, na época membros integrantes do Grupo Escoteiro Paineiras, apoiaram prontamente e reuniram-se com alguns pais, sob a copa das árvores da Cidade Universitária para combinar a fundação do novo Grupo Escoteiro. Pretendiam continuar a exercer o ideal do Escotismo numa nova comunidade. O Fugi disse:

- “Nosso grupo podia ser pequeno, crescendo devagar e para sempre”.
- “Então eu já tenho o nome. Deve chamar-se Jabuti”, falou o Elio.

Na verdade, a maioria já pertencia ao movimento e/ou exercia atividades escoteiras, porém, acreditavam que poderiam fazer muito mais numa estrutura menor, assumindo, assim, maiores responsabilidades organizacionais. Fizeram um reunião preliminar na casa da Rosana Mattei, contando com a presença dos seguintes personagens:

  1. Ademar Anraku
  2. Augusto de Abreu Filho
  3. Cel. Edgar Lara
  4. Elio Camargo
  5. Fernando Lara Roquette
  6. Lourdes M. Nardini
  7. Luiz Adão Perna
  8. Maria Ligia Martins Rigo
  9. Marta Hemelrijk
  10. Matheus Yuiti Tamaki
  11. Milton Lara
  12. Nilza Roquette Ferreira
  13. Orlando P. Mello
  14. Paulo Dias Gaspar
  15. Raul Sabbaga Chede
  16. Reinaldo Mattei
  17. Robert Hemelrijk
  18. Rosana S. Mattei
  19. Shiguenobu Fugimoto
  20. Sônia Maria de Abreu
  21. Tereza Anraku
  22. Vanice C. Mello
  23. Victor Paulo Santoro
  24. Yvone Okida

A seguir, procuraram, o então Comissário Distrital do Butantã, Antônio Ierardi, seguindo o processo para conseguir aprovação da U.E.B.. Pouco-a-pouco foram sendo vencidas as etapas, tomando-se todas as providências necessárias para a abertura de um Grupo Escoteiro, que se estruturou para realizar a co-educação nas 4 seções oficiais (mais uma extra-oficial: Colônia de Castores), procurando-se, assim, imprimir qualidade ao que estava sendo formado, tanto nos quesitos materiais e estruturais, como também, e principalmente, nos recursos humanos:

O Local: a sede do novo Grupo foi acolhida pelo Regimento da Polícia Montada 9 de Julho, sito à Rua Barroso Neto, no 60 – Butantã – SP.

Historia_108SP_01

Atividade do dia das mães na primeira sede do 108SP, no Regimento da Polícia Montada.


Os Pais deram todos os subsídios na organização e formaram a 1a Comissão Executiva do Grupo: Robert Hemerlrijk, Raul Chede, Nilza Ferreira, Shiguenobu Fugimoto, Irapuã Carreira e Eni Carreira, Cristina Ramalho, Lourdes Nardini, Matheus Tamaki.

Além disso, os pais assumiram a supervisão e auxílio na condução dos trabalhos do Grupo, formando o Conselho de Pais do Grupo,
presidido por: Victor Santoro e Paulo Gaspar.

Os Chefes (já experientes) ficaram responsáveis pela parte técnica do Escotismo: Fernando Roquette – Tropa Sênior; Nilza Ferreira – Tropa Guia; Chê – Tropa Escoteira Masculina; Marta Hemelrijk – Tropa Escoteira Feminina; Rosana Mattei – Alcatéia; Carmen Lemos – Colônia.

Portanto, em 05 de Novembro de 1988, foi fundado, na Cidade de São Paulo, um novo Grupo Escoteiro que prometia seguir os ditames de nosso grande mestre Baden Powell. Como podemos observar, o G. E. “Jabuti” já surgiu com um conjunto de adultos preparados e preocupados com a formação de jovens, mas, mais do que isso, o “Jabuti” nasceu com jovens e crianças amantes dos ideais escoteiros.

Historia_108SP_04

O Escoteiro Lubi entregando uma homenagem à Chefe Carmen durante o acampamento de grupo, Jundiaí, 1989.


Para mostrar a sua força e capacidade organizacional, com menos de um mês de idade, o G.E. “Jabuti” realizou seu primeiro acampamento de grupo na Barragem de Jundiaí, contando com as seções: Colônia, Alcatéia, Tropa Escoteira Masculina, Tropa Escoteira Feminina, Tropa Sênior e Tropa Guia, com cerca de 45 membros entre jovens e adultos.

“dados retirados do livro de Atas da Comissão Executiva do G. E. Jabuti”

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 7.8/10 (4 votes cast)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: +1 (from 1 vote)
1. A Fundação, 7.8 out of 10 based on 4 ratings